1378 1099 1822 1830 1792 1012 1774 1644 1898 1289 1892 1228 1187 1282 1788 1542 1923 1433 1642 1039 1573 1157 1296 1229 1601 1447 1236 1825 1775 1306 1531 1282 1829 1709 1053 1481 1470 1595 1935 1203 1022 1986 1826 1294 1874 1672 1620 1257 1716 1228 1777 1855 1942 1263 1371 1303 1802 1916 1639 1104 1057 1453 1812 1420 1310 1287 1833 1996 1533 1164 1494 1204 1134 1905 1307 1420 1216 1597 1657 1578 1725 1673 1937 1529 1136 1585 1116 1045 1916 1454 1425 1094 1226 1980 1758 1509 1027 1678 1293 Prefeitura de Igaporã emite novo decreto para conter disseminação da Covid-19 - Notícias - Prefeitura Municipal de Igaporã - Site Oficial
Manual de navegação logo

Manual de navegação

Acessibilidade logo

Acessibilidade

Fale conoscobat-papo

Fale conosco

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77) 3460-1021 / 3460-1141

  • E-mail

    ascom.pref.iga@gmail.com

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda à sexta-feira, das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 hs

    Pç Bernardo de Brito, 430, Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Prefeitura de Igaporã emite novo decreto para conter disseminação da Covid-19
11/01/2022

A Prefeitura Municipal de Igaporã publicou novo decreto aumentando as restrições sanitárias, com o objetivo de enfrentar o rápido aumento nos casos positivos de Covid-19.

 

A nova situação sobrecarregou o Centro de Referência em Covid, causou a contaminação de profissionais que atendem nas unidades de saúde da cidade e o esgotamento no estoque de testes rápidos.

 

A Secretaria de Saúde está buscando novos testes para atender à grande demanda no Centro de Referência em Covid.

 

O Decreto Municipal nº 199, de 11 de janeiro de 2022, com vigência até o dia 19 de janeiro, proíbe o funcionamento de bares em todo o município, bem como a realização de eventos que promovam aglomerações ou a utilização de sons automotivos e/ou paredões.

 

O Decreto suspende, ainda, a circulação de ambulantes que comercializam ou entregam produtos em todo o município.

 

A Prefeitura manteve a proibição sobre a circulação de pessoas suspeitas de contágio ou diagnosticadas positivamente com a Covid-19. O uso de máscaras permanece obrigatório para pessoas que estejam em estabelecimentos comerciais e particulares, em prédios e logradouros públicos.

 

Os demais estabelecimentos comerciais e órgãos públicos ou da iniciativa privada, mantém o funcionamento mediante rigorosa regra de distanciamento e circulação de pessoas. Veja o decreto completo nas imagens anexadas.



Autor: ASCOM/PMI

O que você achou da nossa página ?

  • Muito insatisfeito
  • Insatisfeito
  • Regular
  • Satisfeito
  • Muito satisfeito